// POR QUE UTILIZAR PLANTAS? //

Provavelmente a maioria das peças de roupa em seu armário foi tingida de forma convencional, utilizando corantes sintéticos, que são tóxicos e não são biodegradáveis.

O processo de tingimento convencional descarrega muitos produtos químicos na água, o que resulta na morte da vida aquática, na destruição de solos e no envenenamento da água potável, principalmente na Ásia, onde existe uma concentração da indústria têxtil.

O impacto ambiental do processo de coloração é significativo e as leis que protegem a natureza e a saúde humana, nem sempre são aplicadas, como na foto ao lado.

Um rio na cidade de Wangli, na província de Zhejiang, no leste da China, é conhecido como "rio vermelho" devido ao alto nível de poluição proveniente do corante vermelho em 31 de outubro de 2011. (Foto por CFP)

Se pararmos para pensar, as roupas entram em contato prolongado com a pele, o maior órgão do nosso corpo e, portanto, produtos químicos tóxicos são frequentemente absorvidos através dela, especialmente quando o corpo está quente e os poros da pele se abrem para permitir a transpiração. Os corantes sintéticos demonstraram ter substâncias cancerígenas, pois são feitos com muitos produtos químicos e por isso podem desencadear reações alérgicas, irritação da pele e erupções cutâneas. Na pior das hipóteses, podem também aumentar o risco de câncer.

Ao comprar tecidos e roupas tingidas ou estampadas com plantas, você estará apoiando um processo natural de tingimento, que é gentil com sua pele e com o meio ambiente.

 

São por estes motivos que a Tintórea utiliza estas técnicas para dar cor ao tecido, se inspirando na natureza e utilizando-a com respeito.

Fontes: Trusted Clothes (2016) e

To Dye For: Impact Global Processing (2017).